EMS adquire a startup Vitamine-se e entra na disputa pela liderança da categoria no Brasil

EMS adquire a startup Vitamine-se e entra na disputa pela liderança da categoria no Brasil

Aquisição abrange uma linha composta por 30 produtos

A EMS, maior farmacêutica no Brasil, acaba de adquirir a Vitamine-se, empresa brasileira que combina inteligência de dados e suplementos de alta qualidade para oferecer uma nutrição personalizada, com base nos objetivos, necessidades e estilo de vida de cada pessoa.

“A EMS vai disputar a liderança dessa categoria no Brasil e a Vitamine-se é uma marca estratégica para concretizarmos mais rapidamente esse objetivo,” afirma Marcus Sanchez, vice-presidente da EMS. Já para Cruz Neto, a negociação representa um salto na história da Vitamine-se, com grandes oportunidades de expansão. “Estou muito feliz com esse reconhecimento e maturidade da marca. A EMS é uma grande indústria, líder do setor, e essa integração de portfólio é ideal para alavancar os resultados, aumentando a penetração dessa categoria no mercado brasileiro”, diz.

Em relação à vinda para a EMS, Cruz Neto acrescenta que sua maior especialidade é a arquitetura e construção de marcas por meio do branding e marketing. “O novo desafio profissional me deixa muito animado. É uma grande oportunidade de contribuir na evolução da história da EMS”, completa.

Com apenas três anos de existência, a Vitamine-se alcançou números expressivos. Em 2023, a empresa chegou a mais de 5 mil drogarias, ano anterior mantinha presença em cerca de 300. No mesmo período, a startup alcançou ainda diversos canais alimentares pelo país. 

Atualmente, a Vitamine-se possui cerca de 30 produtos em seu portfólio. Entre os mais vendidos, estão: a vitamina B12, para energia e disposição, Dk3+k2, para saúde dos ossos, além de colágeno, para a pele. Vale lembrar ainda que a marca lançou recentemente uma nova linha de produtos, que traz os seis principais atributos que os consumidores desejam: imunidade, beleza, boa forma, concentração, energia e calma.

Batizada de “Quero Mais”, a nova linha de vitaminas foi desenvolvida considerando pesquisas de campo, depoimentos de balconistas e farmacêuticos, estudos de hábitos de consumo e a base de dados do Quiz disponível no site da Vitamine-se. Hoje, essa plataforma reúne mais de 120 mil respostas dos brasileiros e é uma das principais fontes de informação para a criação de produtos inovadores pela marca.

Um outro destaque do portfólio é o Colágeno 360º, um suplemento que foca no cuidado integral do corpo, atuando no fortalecimento dos ossos, músculos, articulações, cabelo, unhas e pele. Disponível em três sabores (neutro, limão e frutas vermelhas), possui zero lactose e zero sódio e não contém glúten.

Com a aquisição pela EMS, a expectativa da linha Vitamine-se é fechar 2024 com receita bruta de R$ 50 milhões. Já para 2025, a previsão é que a receita dobre, alcançando R$ 100 milhões, tendo em vista a presença da EMS em mais de 90 mil pontos de venda no Brasil”, analisa Cruz Neto.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 50 anos na área de jornalismo, sendo 48 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *