You are here
Home > Finanças > Finanças digitais: facilidade além do banco

Finanças digitais: facilidade além do banco

Fazer transações financeiras pelo celular ou computador já não é uma grande novidade: segundo dados da Febraban, desde 2015 os aplicativos são o principal canal de relacionamento dos clientes com seus bancos e para transações bancárias, transformando as agências apenas em consultorias. Mas e além do banco, quais são as outras operações que podem ser feitas de maneira digital?

As fintechs aproveitam esse mercado para promover soluções práticas para o dia a dia desse novo consumidor, e os serviços abrangem investimentos, crédito consignado e até mesmo transformar o próprio celular em uma máquina de serviços financeiros. Veja abaixo cinco empresas que trazem essas facilidades para os brasileiros:

A Ciclic, primeira fintech de previdência complementar 100% digital, oferece um plano de previdência desenvolvido para as atuais necessidades do brasileiro com algumas facilidades, como o cadastro que pode ser feito em 5 minutos no site ou aplicativo, a isenção de aporte mínimo e a dispensa de taxa de carregamento a partir de um ano.

O Celcoin é um aplicativo gratuito para pagamentos e transações financeiras que transforma qualquer smartphone em uma maquineta de serviços. Por meio do app é possível pagar contas, realizar recargas de celular e até mesmo comprar créditos para Uber e Netflix. O aplicativo vem democratizando o acesso a serviços financeiros especialmente em regiões menos desenvolvidas. A cada operação realizada o agente recebe, ainda, uma porcentagem como bônus.

O Beblue é a primeira fintech brasileira de pagamentos que permite ao consumidor aumentar seu poder de consumo por meio de recompensa em cashback, além de oferecer ao estabelecimento a possibilidade de adquirir e fidelizar o cliente. Em agosto de 2018, a startup lançou o primeiro cartão 100% digital do Brasil e totalmente gratuito, que traz um programa de fidelidade e recompensa atrelado.

Creditoo é a primeira plataforma 100% online de empréstimo consignado para funcionários de empresas privadas. A startup oferece a menor taxa de juros do mercado, a partir de 1,75% ao mês. A empresa busca oferecer a praticidade de contratar um empréstimo diretamente pela internet e utiliza da tecnologia para facilitar o processo.

O App Renda Fixa é uma plataforma online de busca e comparação de investimentos, criado a partir de uma necessidade do CEO, Francis Wagner. Totalmente gratuito para os usuários, o aplicativo permite organização dos investimentos, além de uma busca pela melhor opção, bem como traçar o perfil de investidor dos brasileiros. Focado em investidores iniciantes, a interface da plataforma é simples e amigável. permitindo também acompanhar as aplicações em tempo real e tirar dúvidas com especialistas.

A Rebel é uma plataforma online de empréstimo pessoal que se diferencia por utilizar Machine Learning e Big Data para oferecer propostas de crédito personalizadas, que levam em consideração mais de 2 mil variáveis para calcular taxas e parcelas de acordo com o perfil de cliente. A empresa oferece empréstimos de até R$25.000 de maneira rápida, fácil e segura, com até 24 meses para pagar e taxas de juros a partir de 2,9% ao mês.

A ComparaOnline é um marketplace de comparação de seguros e produtos financeiros. Fundada em 2009 no Chile, a empresa também está presente no Brasil, Colômbia e Argentina. Por meio do site é possível comparar seguros de automóveis e de viagens. Além disso, a ComparaOnline também oferece a possibilidade do consumidor encontrar comparação de cartões de crédito, seguro de vida, consórcio de carro, moto e imóveis.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe um comentário

Top