You are here
Home > Finanças > Como funciona o Cashback? Entenda por que essa tem se tornado uma tendência entre os brasileiros

Como funciona o Cashback? Entenda por que essa tem se tornado uma tendência entre os brasileiros

A dinâmica de Cashback, que vem do inglês e significa literalmente “dinheiro de volta”, já é muito adotada nos Estados Unidos e na Europa. De uns tempos pra cá, essa prática também tem ganhado muitos adeptos no Brasil e isso fez com que grandes empresas estrangeiras prestassem atenção no mercado brasileiro e algumas investissem aqui, como é o caso da Cashback World – maior comunidade de compras multissetorial e multicanal do mundo.

“É visível a crescente concorrência de empresas do ramo no Brasil, justamente pelo fato do comportamento do consumidor brasileiro estar mudando em busca de maiores benefícios e praticidade. Essa é uma tendência global e que tem ganhado força no Brasil, nos últimos anos,” afirma Davi Damazio, diretor geral da myWorld – operadora da Cashback World no Brasil.

Davi Damazio.

De acordo com Damazio, para o consumidor passar a receber dinheiro de volta basta que ele realize uma compra por meio do site da Cashback World, pelo Cashback App (disponível no Google Play e Apple Store) ou até mesmo numa loja física de uma Empresa Parceira, utilizando o Cashback Card. A partir daí, o consumidor começa a acumular Cashback na sua conta dentro da plataforma (cada loja tem a sua porcentagem de dinheiro de volta). Quando o saldo for de R$25,00 ou mais, esse dinheiro é depositado diretamente na conta bancária do consumidor.

Para facilitar ainda mais, a empresa acaba de lançar o eVoucher, novo recurso que permite adquirir vales-compras digitais com Cashback e Shopping Points, diretamente no Cashback App ou no portal de compras www.cashbackworld.com/br. A partir do vale adquirido, é gerado um código no próprio aplicativo, que será utilizado pelos Afiliados para pagarem. O Cashback já é garantido no momento da compra do vale digital.

Segundo o diretor, a empresa defende o consumo inteligente, fácil e rápido. A ideia é facilitar o processo de compra e garantir que o consumidor obtenha o máximo de vantagem, tendo uma porcentagem do valor gasto de volta (até 5%) e podendo ainda aproveitar as ofertas exclusivas da Cashback World.

“Eu uso o app há cerca de dois anos e já fiz mais de 100 compras pela plataforma. O que eu mais gosto é que além de ter algumas ofertas especiais dentro da Comunidade de Compras, eu consigo utilizar o dinheiro de volta que eu recebo com o que eu quiser, desde coisas para meu dia a dia, como itens de farmácia e mercado, até ir à restaurantes e comprar passagens áreas, tanto aqui no Brasil, como em outros países e agora com o eVoucher, ficou ainda mais prático,” conta Daiane Scheffer, administradora de empresas.

Sobre o modelo de negócio da empresa, Damazio explica que ele funciona da seguinte maneira, “o cliente realiza as compras em lojas físicas ou e-commerce que estão na Comunidade de Compras; os dados são enviados aos nossos servidores e em seguida é emitido para o estabelecimento uma fatura das vendas realizadas e fidelizadas à Cashback World. Assim que o pagamento é realizado, o consumidor recebe a porcentagem do dinheiro de volta e a Cashback World obtém receita por meio de um percentual dessas compras”.

A Cashback World é a maior Comunidade de Compras multicanal e multisetorial do mundo. Ela já conta hoje com mais de 130 mil Empresas Parceiras em sua rede e soma mais de 13 milhões de Afiliados.

“Estamos otimistas com a retomada da confiança e do crescimento econômico no País, bem como animados com o quanto a Cashback World pode favorecer os novos hábitos de compra do brasileiro,” afirma Davi Damazio, diretor geral da myWorld no Brasil, operadora da Cashback World.

Liberdade para utilizar o dinheiro onde e como quiser

A liberdade do consumidor poder utilizar o dinheiro de volta como, quando e com o que quiser é um dos maiores atrativos oferecidos pela Cashback World. Acompanhando a tendência mobile first, a Comunidade de Compras pensa na experiência completa do consumidor e oferece praticidade e recursos exclusivos por meio do Cashback App.

“A Cashback World vem no sentido de transformar o consumo em uma experiência para todos os seus Afiliados, se utilizando também de recursos de geolocalização, que facilita a busca por lojas e produtos. A experiência de compra baseia-se no shopping 4.0, a tendência do futuro, que alia tecnologia de ponta com as melhores estratégias de varejo multicanal,” explica o Diretor Geral.

Essa tem sido mesmo uma tendência por aqui, já que o comércio eletrônico segue crescendo e cerca de 65% dos consumidores que compram online o fazem regularmente, segundo dados da pesquisa Global Consumer Insights, realizada pela consultoria (PwC), entre março de 2017 e o mesmo mês de 2018.

A proposta, de acordo com a empresa, é estimular o consumo consciente, uma vez que a pessoa pode ter benefícios em uma compra que ela faria de qualquer forma, otimizando seus recursos.

“O consumidor não fica preso na plataforma para utilizar o seu dinheiro de volta e isso é muito útil, pois ele quer poder decidir no que gastar. Autonomia é a palavra aqui, uma vez que o Cashback não é um crédito que uma pessoa tem para usufruir em determinada loja; é um dinheiro que pode ser utilizado como o consumidor quiser”, conta Damazio.

Cashback World também mira nas PMEs

Na outra ponta do negócio estão as PMEs. Segundo dados do Sebrae, existem 6,4 milhões de estabelecimentos no País. Desse total, 99% são consideradas PMEs. Uma das maiores dificuldades desses empreendedores é justamente fidelizar seus clientes.

Pensando nisso, além do seu core business, a Cashback World também oferece soluções para as Pequenas e Médias Empresas (PMEs), como uma oportunidade de negócio. Ao se juntarem à Comunidade internacional de Compras, essas empresas também podem desfrutar de vantagens como expandir sua visibilidade mundialmente com a ajuda dos programas de fidelização.

Atualmente, mais de mil PMEs no Brasil já utilizam a solução tecnológica, um exemplo é a Padaria Fortaleza, localizada em Blumenau, Santa Catarina. De acordo com o proprietário, Junior Borges, ele aumentou o ticket médio de cada cliente em cerca de 20%, após começar a utilizar a solução.

“Hoje, 25% de todo o faturamento do meu negócio advém dos clientes Afiliados Cashback World e eu espero, até o final do ano, que este número cresça para 30%”, afirma Borges, confiante.

Ainda de acordo com Borges, ele disponibiliza mensalmente diferentes opções de promoções dentro da Comunidade de Compras, pois isso aumenta a visibilidade da padaria e impulsiona as vendas.

Segundo Damazio, os programas de fidelidade oferecidos pela Cashback têm o diferencial de serem completamente customizados, de acordo com as necessidades dos negócios e permitem que o empresário faça a gestão do relacionamento com seus clientes.

No Brasil, a expectativa da Cashback World, nos próximos três anos, é se tornar líder e referência de mercado em Cashback e soluções de fidelização de clientes, sobretudo para pequenas e médias empresas.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top