You are here
Home > Negócios > Faturamento da Farmarcas cresce 46,21% em maio

Faturamento da Farmarcas cresce 46,21% em maio

Frente às recentes notícias de fechamento de redes de farmácias, a administradora de redes de farmácias associativas Farmarcas vem mostrando a importância de uma boa gestão para sucesso do varejo. Maio de 2019, por exemplo, marcou mais um grande crescimento, sendo que as lojas associadas aos agrupamentos atingiram o expressivo crescimento de 46,21% no faturamento dos últimos doze meses, comparado com o mesmo período do ano anterior.

Esse índice representa que nos últimos de doze meses findados em maio, o faturamento foi de mais de R$2,3 bilhões, já no mesmo período findado em maio do ano anterior o faturamento tinha sido de R$1,6 bilhões aproximadamente.

Outro fato muito importante é que a Farmarcas recentemente atingiu a impressionante marca de 1.000 farmácias abertas em praticamente todo o país pelas redes que administra. E isso em apenas 7 anos.

A loja que estabeleceu essa marca é da bandeira Ultra Popular e fica na cidade de Leme, em São Paulo, sendo inaugurada no último dia 30 de maio. Para comemorar o feito, a abertura foi um evento à parte, reunindo autoridades e representantes do mercado, além de populares que puderam aproveitar muitas promoções.

“Estamos extremamente felizes em alcançar essa meta, principalmente em função do rápido crescimentos que estamos tendo. Assim, nada mais justo do que comemorar com nossos clientes, que são o que temos de mais valioso”, comenta o presidente da Farmarcas, Edison Tamascia.

Crescimento ordenado

O crescimento que Tamascia se refere é facilmente comprovado em números. Apenas no ano passado, as redes da Farmarcas abriram 215 drogarias e, de janeiro a abril deste ano, já foram outras 72 inaugurações.

“Por mais que o crescimento no número de lojas ocorra de maneira muito rápida, todo o processo de abertura ou mudança das lojas para uma bandeira da Farmarcas é realizado de maneira muito estruturada, levando em conta várias questões que fazem a loja abrir com nosso alto padrão de qualidade”, explica Paulo Costa, diretor geral da Farmarcas.

Números do sucesso

Os resultados dessa preocupação são vistos em números, já que a rede cresce muito acima do mercado farmacêutico em geral. Em um recorte de 12 meses, finalizado em abril desse ano, por exemplo, o faturamento das lojas das redes administradas pela Farmarcas superou as projeções e chegou a R$ 2,25 bilhões. Para atingir essa meta, o valor apresentou o expressivo crescimento de 45,21% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Os números foram muito acima do mercado e ocorreram por diversos fatores, dentre os quais a preocupação constante com a gestão das lojas, dando suporte em áreas cruciais, como financeiro, administração e marketing, o que possibilita que as lojas das redes tenham diferenciais competitivos nas regiões em que atuam.

“A Farmarcas vem mostrando que o modelo de associativismo que praticamos é bastante assertivo, pois existem reais direcionamentos e estratégias, que são cobrados das lojas associadas, além de ferramentas adequadas. Por isso foi montada uma estrutura que acompanha os associados no dia a dia e que possibilita diferenciais para um crescimento acima do mercado”, explica o diretor operacional da Farmarcas, Ângelo Vieira.

Até o final do ano, o objetivo da administradora é atingir faturamento de R$ 3 bilhões, com 1100 lojas e, assim, se tornar o quarto maior grupo farmacêutico do País. A Farmarcas gerencia as redes Ultra Popular, Super Popular, Maxi Popular, Entrefarma, Farma100, AC Farma, MegaPharma, Bigfort, Maestra, MaisFarma e FarmaVale.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top