You are here
Home > Negócios > Pagamento instantâneo será uma alternativa bem mais barata para os comerciantes

Pagamento instantâneo será uma alternativa bem mais barata para os comerciantes

Um dos temas mais comentados nas últimas semanas nos meios empresariais e financeiros, depois é claro, da Reforma da Previdência, é o pagamento instantâneo, que promete facilitar as transações financeiras entre pessoas, empresas, governo e profissionais autônomos e liberais.
O pagamento instantâneo é um projeto conduzido pelo Banco Central e a expectativa é que seja implantado já no próximo ano. Ele permitirá que todas as transações sejam concluídas em no máximo 20 segundos. Além disso, será uma alternativa mais barata para os comerciantes, pois o pagamento instantâneo dispensa o uso das maquininhas e, consequentemente, do pagamento das taxas.

Os pagamentos serão realizados por QRCode, ou Código QR, ou então através de biometria facial ou pulseiras eletrônicas, quando o celular não está disponível. Desta forma, os recursos da venda entrarão na conta da empresa em tempo real, independente do horário, origem ou destino dos recursos, mesmo que ocorra no fim de semana. Hoje, por exemplo, pelo sistema atual não há transferência de dinheiro fora do horário comercial.

A ideia do Banco Central é criar uma nova infraestrutura, similar a existente para as TEDs, mas que funcione 24 horas e que não fique restrita apenas a bancos. Dessa forma, as fintechs e varejistas poderão ter acesso a esta rede, incentivando a compatibilidade e democratizando seu acesso por parte da população. Esta rede também tem como objetivo evitar o surgimento de um monopólio, ou duopólio, de meios de pagamento.

O que se observa, neste momento, é que alguns bancos e fintechs estão se antecipando a esta tendência, procurando criar redes de pagamentos com características similares ao projeto do Banco Central. Recentemente, o Itaú anunciou o lançamento de um aplicativo que terá esse tipo de recurso para atender os desbancarizados. O Mercado Pago também vem estabelecendo parcerias com redes de farmácias, combustíveis e restaurantes a fim de permitir o pagamento online e sem os intermediários tradicionais, como Visa, Mastercard, Cielo, Rede e Getnet.

Agora é só aguardar que este projeto do Banco Central, que promete revolucionar o mercado financeiro, entre em vigor mesmo em 2020, confirmando as expectativas.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top