You are here
Home > Finanças > Com novo unicórnio na área, saiba como as imobiliárias podem reagir na era digital

Com novo unicórnio na área, saiba como as imobiliárias podem reagir na era digital

Os fundos Dragooner e SoftBank acabam de anunciar um aporte de US$ 250 milhões na QuintoAndar, startup que usa tecnologia e design para simplificar a locação de imóveis residenciais e com isso passa a ser considerada um unicórnio. O Dragoneer já investiu em empresas como Nubank e Uber, enquanto o SoftBank apostou em startups como Rappi e Gympass.

O valor será utilizado para a ampliação da equipe de tecnologia e expansão comercial, assim como para concretizar os planos de iniciar operações fora do Brasil em 2020.

A inovação tecnológica está provocando transformações profundas no mercado imobiliário. Por meio da integração da Inteligência Artificial – ramo da ciência da computação que elabora dispositivos capazes de simular a competência humana de raciocínio -, as startups do setor estão cada vez mais aptas a descobrir as dores de seus clientes e conquistar novos públicos.

De acordo com o Radar Construtech Ventures de Startups de Construção e Mercado Imobiliário, são 562 empresas de base tecnológica atuando nessa área no Brasil.

Frente ao cenário de transformação e, consequentemente, de concorrência, as imobiliárias tradicionais podem ser afetadas. “Participo do setor imobiliário desde que nasci e comecei a ver uma transformação muito grande, diversas notícias falavam sobre players que poderiam acabar com as imobiliárias. Entre resistir cegamente a este movimento e estudar o necessário para construir a mudança, preferi a segunda opção”, afirma Paulo Fernandes, fundador da RuaDois.

A RuaDois foi fundada no final de 2018 com o intuito de ajudar imobiliárias de todos os portes a tornarem-se competitivas frente aos novos players do mercado, nativos da era digital.

A tecnologia desenvolvida pela startup permite à imobiliária entregar uma experiência 100% digital, desde a hora de trazer os imóveis para sua carteira até o momento de ajudar os locatários a acharem uma casa nova.

Passando pela análise de crédito por meio de I.A., a instituição permite que o locatário não dependa de seguro-fiança, depósito caução nem fiador para poder alugar, sem que haja ônus para a imobiliária, e reduz de 6 para 1 dia o tempo entre a proposta e a assinatura do contrato.

A ideia de negócio surgiu a partir da experiência do fundador com a Beiramar Imóveis, principal imobiliária de Brasília, da qual era sucessor. Enquanto CIO, o empreendedor liderou a transformação digital da empresa e conquistou aumento de 45% nas locações, além de conseguir dobrar sua margem líquida.

Os resultados demonstram o valor de renovar lideranças e expôr as empresas a novos processos, gerando um ambiente mais favorável para a inovação, principalmente em um setor ainda considerado tradicional e burocrático.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top