You are here
Home > Finanças > Empresa de inovação busca startups para investir até R$ 1 milhão

Empresa de inovação busca startups para investir até R$ 1 milhão

Depois de aposentar seu modelo de aceleração tradicional e se consolidar como uma empresa de inovação, a ACE está em busca de startups para investir de R$ 200 mil até R$ 1 milhão e ajudá-las a alcançar seu product-market fit. As empresas interessadas no investimento devem ter um faturamento mensal a partir de R$ 50 mil e realizar o início do processo de análise via site.

A ACE busca ser o primeiro investidor institucional de uma empresa e acompanhá-la ativamente até a Série A, com aportes de R$ 200 mil até R$ 1 milhão por startup no primeiro cheque. A quantia investida é decidida caso a caso, e há oportunidades de co-investimento com fundos, investidores-anjo e outros agentes desde a primeira rodada de captação até os rounds de follow-on.

Além disso, para auxiliar startups que estão sendo analisadas para investimento – e também aquelas que ainda não estão no estágio ideal – a ACE desenvolveu uma plataforma online que disponibiliza todo o método e conteúdo ACE, de mais de 6 anos como aceleradora tradicional, gratuitamente. Um algoritmo proprietário com 44 variáveis, como o time fundador e o tamanho do mercado, foi integrado a plataforma, que avalia e dá um score.

Assim, a ACE acompanha todo o processo para que o empreendedor em estágio seed consiga chegar de forma mais rápida e equilibrada ao Series A. Enquanto no mundo cerca de 78% das startups que recebem Seed Capital acabam morrendo ou andando de lado nos anos seguintes, na ACE, entre as empresas investidas, apenas 30% dos casos ficam abaixo de 5% de crescimento mês a mês.

“Hoje investimos nos melhores empreendedores em toda a jornada do Seed, liderando ou entrando em rodadas de R$100 mil a R$2 milhões, e temos uma participação hands-on e estratégica para ajudar startups a chegarem até a Série A mais rápido, mais preparadas e com mais equity na mão dos founders”, relata Mike Ajnsztajn (foto), fundador da ACE.

Três vezes eleita a melhor aceleradora da América Latina, tendo acelerado mais de 300 startups, com 14 exits, como Love Mondays, Grubster, PetAnjo e Hiper, e analisar mais de 20 mil projetos, a ACE entendeu que era hora de dar o próximo passo neste mercado e aplicar a disrupção radical em seu próprio negócio. Com base neste legado, a ACE optou por encerrar as atividades de aceleração em junho de 2019, transformando todo o repertório e protagonismo no Early Stage Brasileiro em uma verdadeira empresa de investimentos hands-on, com método proprietário e uma poderosa rede de conexões.

Os interessados em cadastrar sua startup devem acessar o seguinte link e preencher o formulário: app.acestartups.com.br/go

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top