You are here
Home > Finanças > Essa é a melhor hora para comprar um imóvel?

Essa é a melhor hora para comprar um imóvel?

Quando a pandemia de Covid-19 se espalhou pelo Brasil, além da saúde, muitos negócios foram afetados e a economia de vários setores apresentou uma queda considerável. Um dos setores em que se esperava uma diminuição no rendimento foi o mercado imobiliário. Especialistas na área projetaram uma queda de 3,9% no PIB da construção civil com a necessidade do isolamento, mas para a surpresa de muitos, o setor está estável e até mesmo com potencial para investimentos.

A explicação para essa estabilidade pode ser a onda de inovação tecnológica que algumas construtoras implementaram já algum tempo e se fortaleceu neste período conturbado. A Danpris, construtora e incorporadora da região metropolitana de São Paulo, investe na apresentação online dos empreendimentos até mesmo antes da existência do coronavírus. Todos os lançamentos contam com um tour virtual da unidade decorada e até a compra do imóvel pode ser feita pela internet, tudo isso contribuiu para que a construtora continue realizando vendas mesmo com quando os estandes estavam fechados.

Queda do juro

Outro fator fundamental para a estabilidade do mercado imobiliário e que tornou o setor um bom campo para investimentos no momento foi a queda da taxa de juros, de acordo com o Comitê de Política Monetária (Copom), a Selic – taxa básica de juros – encontra-se em 2,25% ao ano, menor patamar registrado, facilitando o crédito imobiliário e tornando a compra da casa própria um sonho cada vez mais próximo para muitas famílias.

A aquisição de um imóvel também pode ser considerado um investimento a longo prazo. Para o CEO da Danpris Construtora, Dante Seferian, investir em tijolo ainda é a melhor opção no Brasil. “Nossa cultura remete a isso, as pessoas acreditam que o imóvel pode ter fases, mas nunca perde valor de mercado, não importa a metragem”. Segundo um estudo feito pela Associação Brasileira de Incorporadoras e Imobiliárias (Abrainc), em 10 anos, o rendimento de um imóvel será de 15,3%, enquanto o da poupança será de apenas 4,8%, e do CDB (Certificado de Depósito Bancário) será de 6,8%.

Promoções

Uma estratégia para fazer um bom investimento em imóveis é acompanhar as promoções que as construtoras oferecem. Por conta da quarentena, a Danpris, por exemplo, criou a campanha “Documentação Grátis” para a aquisição de empreendimentos Minha Casa Minha Vida, que garante uma economia para o consumidor de aproximadamente 3% – “os imóveis custam em média de R$ 200 mil e R$ 250 mil, estão enquadrados no MCMV e, apenas com a campanha o comprador consegue economizar de R$ 6 mil a R$ 8 mil. Um ponto importante essa economia para quem está procurando imóveis nesse momento” – explica Seferian.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top