You are here
Home > Negócios > Quatro estratégias para otimizar a gestão de frete do seu e-commerce

Quatro estratégias para otimizar a gestão de frete do seu e-commerce

Comprar ou vender pela internet: nos últimos meses essas duas ações se tornaram ainda mais fortes, afinal, muitas lojas físicas passaram a usar o mundo virtual para manter o lucro dos negócios. Apesar do número alto de vendas online, alguns passos são fundamentais para que a jornada do cliente seja excelente. 

Atualmente, o frete é um dos pontos principais para um e-commerce, afinal ele faz parte da experiência de compra. Segundo a pesquisa do Ecommerce Trends, 97,3% das pessoas entrevistadas declaram que já abandonaram um carrinho de compras e o motivo está no valor do frete. Outro fator que faz com que 40% dos entrevistados desistam, está no prazo de entrega dos produtos. 

“É por isso que a gestão de frete no e-commerce é tão importante. Não basta apenas ter uma loja com processos de compra rápidos e fáceis, se, por outro lado o cliente não consegue se sentir satisfeito com a entrega”, explica Éder Medeiros – CEO do Melhor Envio.  Hoje, é possível encontrar alternativas de otimização e gerenciamento de fretes, dessa forma, as ferramentas têm como função reformular a logística de forma rápida e eficiente.

A startup Melhor Envio (www.melhorenvio.com.br), trabalha neste setor e ajuda empreendedores a otimizarem tempo, ganharem competitividade com fretes mais baratos, com facilidade de diversas integrações e rastreios automatizados. 

Por isso, o especialista em fretes, Éder Medeiros, preparou uma lista com estratégias para manter a rotina da sua loja virtual. 

Aposte em um planejamento 

Fique atento às demandas do mercado, datas sazonais sempre rendem maiores buscas por entrega. Por isso, esteja sempre preparado para problemas como a alta demanda de pedidos. Neste momento, as atenções devem se direcionar para o gerenciamento de envios e postagens. 

Cálculo de frete 

O primeiro passo é entender como funciona o cálculo de frete, para isso você precisará compreender com precisão os dados de origem, destino e dimensões do pacote. Na plataforma Melhor Envio, é possível utilizar a calculadora de fretes, onde o cliente consegue inserir o tamanho do pacote, peso e destinatário. Dessa forma, em apenas poucos segundos, uma tabela será disponibilizada com valores e os diversos meios de envio, facilitando ao lojista a escolha do melhor caminho para suas encomendas. 

Alternativa de fretes

“Uma estratégia que todo o lojista deve investir é contar com um mix de alternativas de frete. Esta tática ajuda a evitar transtornos caso o único agente logístico que você use venha a paralisar as atividades”, orienta o especialista. Além disso, ao aumentar suas opções de serviços à disposição, fica mais fácil comparar preços e prazos para cada tipo de entrega.

Logística Reversa

Os consumidores de e-commerce têm o direito de desistir da compra em até sete dias após o recebimento do produto. Portanto, o lojista precisa estar preparado para possíveis trocas ou devoluções. Para lidar com essa situação, é preciso oferecer a logística reversa, que consiste no retorno do produto do endereço do cliente para o local do lojista.

O uso da logística reversa  facilitará processos de substituição ou devolução de mercadorias, possibilitando economia de tempo. Oferecer esse serviço demonstrará como a empresa se preocupa em disponibilizar alternativas para possíveis problemas do cliente. 

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top