You are here
Home > Negócios > Grupo Boticário destina R$ 2,5 milhões para fábrica de vacinas do Instituto Butantan

Grupo Boticário destina R$ 2,5 milhões para fábrica de vacinas do Instituto Butantan

Em parceria com Governo de São Paulo e o Instituto Butantan, o Grupo Boticário e outras quarenta empresas do setor privado reuniram R$ 180 milhões para a ampliação de um Centro Multipropósito para Produção de Vacinas (CMPV), com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira à Coronavac, de ter autonomia na produção e de gerar conhecimento em engenharia e atividades de bioprocesso.

“A nossa participação na construção desse centro de fabricação de vacinas é, na verdade, um investimento: no nosso futuro, na saúde, na economia e na esperança. Ao longo de 2020, o Grupo Boticário direcionou milhões em produtos, serviços e comunicação para ajudar a combater a pandemia. Diante da urgência da imunização em massa, planejar e agir pensando no coletivo é fundamental”, disse Artur Grynbaum, CEO do Grupo Boticário.

De acordo com o Governo de SP e o Butantan, a fábrica está prevista para dezembro desse ano e será capaz de produzir outras vacinas no pós COVID-19, já que novas doses deverão ser tomadas para conter a disseminação do vírus. O intuito da iniciativa é diminuir a dependência da importação de matéria prima para a vacinação, produzindo em maior escala os imunizantes necessários para atender aos milhões de brasileiros.

“Estamos buscando soluções a longo prazo, analisando as medidas emergenciais com coerência e planejamento, pois acreditamos que o nosso compromisso vai além da produção e comercialização de produtos de beleza. E essa doação se conecta com nosso propósito de valorização das pessoas e da vida. Vamos juntos na construção de um país melhor, um Brasil que a gente quer e que a gente faz”, completa Artur.

 

Medidas do grupo frente a Covid-19

• Adesão ao Movimento #NãoDemita com o compromisso de não demitirmos nossos colaboradores funcionários nos primeiros meses da Pandemia, por conta dos efeitos econômicos.

• Adesão ao movimento #CompreDoBairro que visa profissionalizar o pequeno varejo brasileiro, oferecendo cursos e conteúdos especializados de capacitação e gratuitos. Além de apoiar a compra do produto nacional do comerciante local;

• Produção, envase e doação de 216 toneladas de itens de higiene (sabonete e álcool líquido e em gel) para pessoas em vulnerabilidade social e órgãos públicos de saúde. Foram mais de 1,5 milhões de unidades destinadas a 23 estados, atendendo 1,2 milhão de pessoas diretamente.

• Assumiu também um compromisso com a Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná para doação de R﹩ 500 mil para apoio à compra de equipamentos hospitalares (respiradores) e testes de Covid-19.

• Impressão de máscaras P&D. Foram doadas 120 unidades de máscaras-escudo para a iniciativa Atitude 3D. Um parceiro fez a coleta, a UFPR e outros parceiros fizeram montagem de acetatos e distribuição para hospitais.

• Fechamento de 100% das lojas próprias com programação e antecipação de férias e/ou licença remunerada para os colaboradores diretos do varejo, com a garantia de ganhos conforme média dos últimos 12 meses ou target da meta; Espaços da representante funcionando no formato Delivery;

• Alavancagem nos processos de venda que integram os canais – app da revendedora com participação em quase 30% do faturamento de VD, compras por whatsapp em Boti e quem disse, Bereneice?, D2D com bom volume de realização de negócios.

• Flexibilização do pagamento para as revendedoras e revisão dos prazos de pagamento de franqueados e distribuidores para garantir fôlego para que também mantenham os empregos em toda a rede.
Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top