You are here
Home > Finanças > Roit vira primeira accountech e fintech do Brasil e quer dobrar de tamanho em 2021

Roit vira primeira accountech e fintech do Brasil e quer dobrar de tamanho em 2021

A Roit – desenvolvedora de tecnologia para as áreas contábil, fiscal e tributária – está ampliando sua atuação no setor financeiro. A startup, que também atende mais de 300 empresas de médio e grande portes enquadradas, principalmente, no regime Lucro Real e que faturou mais de R$ 20 milhões em 2020, pretende dobrar de tamanho neste ano com a oferta de soluções avançadas para a gestão em finanças.

Para reforçar esta nova área da Roit, estão sendo realizados diversos investimentos que contemplam parceiros estratégicos, como a Accountfy, que recentemente recebeu um aporte de R$ 33 milhões por desenvolver um software inovador e que reduz o trabalho financeiro em até dez vezes. Este estará integrado a todo o ecossistema Roit em 2021.

Além disso, a startup de contabilidade vai trabalhar pela primeira vez no Brasil com a metodologia financeira e tecnologia CashFlowStory, australiana presente em mais de 93 países e contemplada em ScalingUp, recomendado e utilizado pela Endeavor.

Lucas Ribeiro da ROITSegundo Lucas Ribeiro (foto), CEO da Roit, o objetivo é oferecer soluções integradas e automatizadas, com a apresentação de diagnósticos precisos que garantam retorno mais rápido e assertivo para as empresas.

A Roit já vem, há algum tempo, investindo em soluções carregadas de inovação e tecnologia. Em 2018 iniciou o desenvolvimento do seu carro-chefe: o Roit Bank, que automatiza o processo contábil, fiscal e tributário em empresas, utilizando robotização.

“O Roit Bank inverte o fluxo clássico das empresas, automatizando todo o processo contábil e fiscal, por meio do uso de inteligência artificial. Ele lê, interpreta e direciona documentos de modo ágil e dinâmico, reduzindo erros, dando segurança ao processo e sendo estratégico ao negócio”, reforça Ribeiro.

A Roit tem cinco anos de história e conta com um time de mais de 150 colaboradores. Nasceu como uma consultoria tributária e rapidamente cresceu exponencialmente, graças ao seu foco em Lucro Real e Inteligência Artificial. Em 2018, agregou à sua atuação o desenvolvimento de tecnologias, primeiramente voltadas ao controle contábil. Da união da inteligência humana e artificial, nasceram vários produtos, que avançaram para a área fiscal, tributária, de gestão, de recursos humanos e agora para o campo financeiro.

Com a novidade, a empresa se posiciona como a primeira e única accountech (desenvolvedora de tecnologia para contabilidade e gestão fiscal) com fintech (que entrega serviços financeiros através de tecnologia inovadora) do Brasil.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top