You are here
Home > Negócios > Marcas patrocinadoras do BBB somam mais 12 milhões de buscas na internet e Globo fatura R$ 530 milhões

Marcas patrocinadoras do BBB somam mais 12 milhões de buscas na internet e Globo fatura R$ 530 milhões

O Big Brother Brasil termina nesta terça-feira (4) e fecha mais uma edição com números que impressionam o mercado nacional. Segundo dados da própria emissora, nessa edição 21 o programa somou mais de R$ 530 milhões com as cotas cedidas a marcas que anunciaram durante as provas, intervalos e ações dentro do programa. Pensando em entender o interesse que os brasileiros têm no programa, a Semrush, plataforma SaaS de gerenciamento de visibilidade online e marketing de conteúdo, fez o levantamento do perfil de buscas das marcas mais citadas.

O primeiro lugar é ocupado pela Americanas, com mais de 6,8 milhões de buscas pela marca na internet em média durante os meses de janeiro e fevereiro deste ano. A marca era a responsável pelas compras de comida do VIP e da Xepa da casa mais vigiada e o patrocinador ainda investiu em ações pontuais com os brothers. Em segundo lugar temos a Samsung, com mais de 1,6 milhão de buscas em média, no mesmo período. A marca patrocinou a última prova do líder, com direito a cupom de desconto para os telespectadores e presente tanto em dinheiro quanto em produtos para o último líder.

Em terceiro lugar temos o Ifood com 1,5 milhão de buscas durante os dois primeiros meses de 2021. O app de entrega foi responsável pelas ações de almoço do líder, ações pontuais com os brothers e ainda forneceu todas as refeições para a sister que foi eliminada no paredão falso. O quarto lugar ficou com McDonald ‘s, com mais de 1,2 milhão de buscas no período, com um patrocínio de prova do líder e uma festa que permitia que o telespectador comprasse as roupas fornecidas pela marca para os participantes do BBB.

Logo depois a marca que recebeu mais de 823 mil buscas no período analisado foi a Avon. As maquiagens fornecidas e algumas ações pontuais dentro da casa foram patrocinadas pela marca, que ganhou uma das participantes mais queridas como sua “embaixadora” dentro do reality. O sexto lugar é ocupado pela Picpay com mais de 561 mil buscas entre janeiro e fevereiro de 2021. O aplicativo da fintech nacional patrocinou toda a “moeda” dentro do BBB, aparecendo ainda nos almoços oferecidos ao anjo e seus convidados e presenteando o ganhador das provas com dinheiro para familiares usufruirem no app.

Em sétimo temos a C&A com 450 mil buscas entre janeiro e fevereiro de 2021, e que fez ativações de marketing em que os brothers experimentaram roupas das coleções novas, lançadas em tempo real para as lojas e ecommerce da marca para os telespectadores do programa. A Fiat, famosa por protagonizar provas de resistência com recorde de tempo, obteve mais de 413 mil buscas durante o período e ocupa o oitavo lugar. A marca patrocinou provas para divulgar o lançamento de um carro novo que será um dos presentes para o vencedor desta edição.

O ranking é seguido pela plataforma de streaming de músicas Deezer com mais de 273 mil buscas, apesar da marca ter feito apenas propagandas nos intervalos do programa em um dos horários mais nobres da emissora e uma parceria para assinantes do GloboPlay, alcançou o top dez de marcas mais buscadas. E por fim, temos a Coca Cola com 246 mil buscas nesse período analisado. A marca patrocinou alguns cinemas do líder e ofereceu a bebida à vontade para os brothers convidados para o evento.

“O programa do Big Brother Brasil é uma das vitrines mais caras para se expor produtos nos primeiros meses do ano. O investimento é bastante significativo, e o retorno é quase sempre certo. As marcas que embarcam nessa jogada precisam estar preparadas para atender uma demanda grande de busca, tráfego no site e segurança online para se certificar de que a estratégia está sendo efetiva. Técnicas de SEO podem auxiliar as marcas a se rankear corretamente no google para serem achadas com facilidade pelos usuários e evitar perder esse cliques”, pontua Fernando Angulo Fernando Angulo, Head of Communications da Semrush.
Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top