You are here
Home > Finanças > Mudanças nas restrições no Paraná exigem novas adaptações do setor financeiro do varejo

Mudanças nas restrições no Paraná exigem novas adaptações do setor financeiro do varejo

Com alto índice de médias de diagnósticos e mortes nas últimas semanas pela Covid-19, o  Estado do Paraná acende sinal de alerta tem adotado uma série de regras e protocolos a serem seguidos, que impactam diretamente diversos setores, principalmente o varejo.

Para ajudar empreendedores a enfrentar esse novo cenário, Mauro Bizatto, CEO da Donus, plataforma de serviços financeiros da Ambev para pequeno e médio varejo, aponta cinco dicas que podem ser aplicadas para proteger a saúde financeira dos negócios diante de tantas incertezas. 

1 – Organize as finanças

Pode parecer óbvio, mas é imprescindível tirar essas informações da cabeça e colocá-las no papel. É preciso anotar despesas mensais e pontuais e alimentar uma planilha, que pode ser dividida em semanas ou meses, com toda a quantia que entra e sai da conta. Só assim é possível manter o controle durante o período estipulado e, a partir disso, seguir para os próximos passos.

2 – Corte gastos

Uma vez que tudo está anotado e mapeado, agora é o momento de rever custos e entender no que é possível economizar. O ideal é rever contas de luz, água, gastos recorrentes, preço de produtos, assinaturas de serviços e outros gastos que às vezes passam despercebidos e podem ter grande impacto no final do mês.

3 – Estipule metas

Esse ponto é sequência do primeiro: Se planejar em relação a valores como grandes impostos e despesas fixas como energia, aluguel de espaço para seu negócio, compras de estoque e combustível pode auxiliar na manutenção das contas em dia, sem prolongar dívidas. Estabelecer metas ao longo de um ano pode ajudar a controlar o impulso de comprar artigos supérfluos ou de segunda necessidade. O planejamento dessas metas é essencial para economizar dinheiro para grandes mudanças, como ampliação do espaço, abertura de novas unidades do negócio ou nova identidade visual. 

4 – Procure melhores ofertas

Falando sobre gastos, em alguns momentos não será possível cortá-los completamente, então é preciso se adaptar. Ao comprar novos produtos, a melhor alternativa é fazer uma pesquisa para encontrar os melhores preços, além de promoções, liquidações e ofertas. A negociação dos preços com fornecedores, por exemplo, permite que grande parte do valor total estipulado para compras de estoque seja economizado e usado em outra situação. Outra dica é dar preferência aos vegetais da estação. O valor costuma ser mais em conta devido ao aumento da oferta durante o período. 

 

5 – Invista na digitalização

 

Essa dica pode parecer inacessível à princípio, porém, atualmente já não é mais. Investir em digitalização, além de ajudar na gestão do estoque, também poupa tempo e dinheiro no futuro. Aceitar cartões e receber o pagamento com maquininhas traz grandes vantagens não só para o cliente, como para o estabelecimento também, já que as vendas aumentam, pois abrangem uma maior quantidade de pessoas que têm acesso ao modo de pagamento. Empresas como a Donus, permitem que o empreendedor receba seu pagamento em até um dia, em todos os dias do ano. Além disso, as maquininhas da fintech aceitam mais de 70 bandeiras e possuem taxas competitivas. 

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top