You are here
Home > Negócios > Oi seleciona startups para trabalhar no seu hub de empreendedorismo

Oi seleciona startups para trabalhar no seu hub de empreendedorismo

A Oi está selecionando startups para ocupar posições de trabalho no Oito, seu hub de empreendedorismo e inovação no Rio de Janeiro, que já abriga seis empresas participantes do seu Programa de Aceleração. Por R$ 490,00 mensais para cada posição, as chamadas residentes vão ocupar o mesmo ambiente de coworking onde trabalham as aceleradas. Além de ter a oportunidade de conviver com outros negócios focados em tecnologia, as startups residentes também poderão participar de parte da programação de eventos do Oito. O prédio, localizado em Ipanema, conta com auditório com capacidade para 90 pessoas.

Na área de coworking, 30 posições serão destinadas às residentes. A seleção vai priorizar projetos baseados em tecnologias como blockchain, inteligência artificial, IoT, 4G e 5G, cuja aplicação seja, preferencialmente, nas áreas de experiência do usuário, soluções de eficiência, produtividade, cidades inteligentes, fintechs, agronegócio, saúde e educação. Os interessados devem submeter propostas através de formulário disponível no site do Oito (www.oito.net.br).
As startups que já atuam no Programa de Aceleração do Oito são de três estados (Rio de Janeiro, Paraná e São Paulo) e atuam em diferentes segmentos: cidades inteligentes, saúde, soluções de eficiência e produtividade e serviços educacionais. Como parte do Programa, as empresas têm apoio nas áreas gerencial, jurídica, financeira e de comunicação, além de receberem da Oi aporte de até R$ 150 mil para cada uma. As escolhidas para a aceleração foram:

· Everywhere Analytics (PR): Solução de contagem de tráfego de pessoas via Wi-Fi para geração de relatórios de Business Intelligence.

· Energy2go (RJ): Solução de aluguel de baterias portáteis para recarga de celulares, com terminais de autoatendimento distribuídos pela cidade.

· Genesis Training (RJ): Plataforma para padronização de treinamentos para franquias de escolas de esporte e controle de desempenho de alunos.

· Holmes (RJ): Plataforma de soluções de saúde para pré-diagnóstico e indicação de médicos usando blockchain e inteligência artificial.

· NEARBEE (SP): Soluções de segurança colaborativa para criação de rede de apoio com pessoas próximas e autoridades competentes.

· Top2You (RJ): Plataforma para democratização do acesso a mentorias à distância, com profissionais de diferentes áreas do conhecimento.

O Programa de Aceleração do Oito é desenvolvido em parceria com o Instituto Gênesis, instituto de empreendedorismo da PUC-Rio, que faz a coordenação técnica do projeto com a consultoria do empreendedor carioca Rafael Duton. As startups aceleradas participaram da pré-incubação, um curto período de avaliação, em que 18 empresas trabalharam no Oito sob a supervisão do Instituto Gênesis e do time Oi. As que receberam as melhores avaliações nesse período foram convidadas para se instalar no Oito e desenvolver seu negócio ao longo de 12 meses do Programa de Aceleração.

O processo seletivo incluiu uma banca composta por executivos da Oi e parceiros. Fundado pela Oi, o Oito funciona em parceria com outras empresas e instituições. Entre os parceiros estão Nokia, IBM, Oracle, Amazon Web Services, CPqD, Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), Senai, escritório Montaury Pimenta e Machado & Vieira Mello. O Oito também conta com a parceria do Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi. Projetos de novos negócios sociais acelerados pelo Labora, laboratório de Inovação Social do instituto, têm acesso a posições de trabalho no Oito, garantindo interação com as startups incubadas. Já o Labsônica, laboratório de experimentação sonora do Oi Futuro, contribui com a programação cultural, fomentando a circulação de pessoas e ideias criativas no Oito.

O objetivo do Oito é contribuir para a geração de novos negócios e o desenvolvimento de soluções tecnológicas e digitais. Os produtos desenvolvidos pelas startups que participam do Programa de Aceleração terão o suporte da área de Inovação da Oi.

Crédito da foto – Cristina Lacerda.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top