You are here
Home > Negócios > Vender mais online e disponibilizar os estoques das lojas físicas é tema de palestra na Campus Party 2019

Vender mais online e disponibilizar os estoques das lojas físicas é tema de palestra na Campus Party 2019

“Vender mais online e disponibilizar os estoques das lojas físicas” é um dos principais desejos dos varejistas. Quem explica é Fabíola Paes (foto), especialista em varejo que nesta quarta-feira (13), às 15 horas, faz palestra na Campus Party 2019 sobre “A nova fase Omnichannel no varejo”. Voltada para quem deseja entender mais sobre tecnologia, inovação e varejo, e sobre esse universo que já movimenta milhões nos últimos anos, a conferência será realizada no palco Startups.

Professora da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), do Ibmec e da USP-Esalq, parceira do Ecossistema de Startups do Varejo no Oasislab (SP) e uma das fundadoras da startup Neomode, Fabíola relata que apesar da tecnologia estar ao alcance da maioria da população nos centros urbanos, ainda existe muita dúvida entre os profissionais do varejo quando o assunto é investir em inovação.

Assim, ela observa que dentro do chamado Varejo 4.0, existe um conceito se consolidando no Brasil, o de “omnicanalidade”, que consiste em unificar todos os canais de venda (e-commerce, assistente virtuais, aplicativos e lojas físicas) em uma só experiência. Desta forma o cliente pode usar o e-commerce ou app para comprar e a loja física para fazer a retirada dos produtos, ou pode pesquisar na loja física e comprar de madrugada usando a plataforma como uma “prateleira infinita” que além de trazer os produtos e as ofertas, oferece formas de pagamento, entrega e/ou retirada eficaz.

“O varejista conectado tem ilimitadas possibilidades de conquistar seu consumidor dentro ou fora da loja (online). O smartphone, por exemplo, é uma incrível ferramenta que pode auxiliar o varejo a alcançar potenciais clientes com o envio de chamadas e ofertas personalizadas, de acordo com sua geolocalização ou perfil”, destaca.

Conveniência e engajamento

Acostumada a ouvir as “queixas” dos varejistas, Fabíola é uma das responsáveis dentro da equipe da Neomode por buscar soluções ágeis que melhoram a eficiência logística das empresas e ao mesmo tempo ampliam o fluxo de pessoas na loja física e a conversão das vendas – sejam elas nos canais online ou off-line. “Quando falamos de práticas dentro de um varejo contemporâneo pensamos numa loja conectada, onde é possível criar engajamento com os clientes por meio do uso da tecnologia. E um cliente engajado vale muito mais, pois além de promover a marca ele compra cerca de 40% a mais”, relata.

Para a especialista, “a integração das plataformas do negócio é uma boa força extra, uma vez que as pesquisas sobre os produtos agora iniciam pelo smartphone e são concluídas na loja física ou no desktop”. Ela justifica a afirmação ao citar um estudo da Criteo – empresa global de tecnologia e marketing – pelo qual os sistemas via smartphones já respondem por 48% das vendas do varejo web mobile e app e onde 22% das transações em desktop são precedidas de um clique mobile.

“O consumidor está mais à vontade para comprar via smartphones e isso impacta as classes A, B e C. As pesquisas também mostram que 47% dos consumidores conectados se deslocam até os PDV físicos por que desejam experimentar ou ver algo pessoalmente que já viram ou pesquisaram na web”, argumenta.

Clique & Retire e giro mais rápido do estoque

Além de ampliar as vendas, a integração dos canais pode impactar diretamente na administração do estoque e na logística ao transformar as lojas físicas em minicentros de distribuição. Por meio do uso de ferramentas como a geolocalização é possível ofertar ao cliente o chamado Clique & Retire, uma nova modalidade de venda onde o consumidor realiza a compra online (via app, e-commerce ou assistente virtual) e retira o pedido diretamente na loja física, sem enfrentar filas. Em até cinco minutos o pedido está disponível no sistema do caixa da loja. “Isso é bom para o lojista que vê o fluxo de clientes aumentar no PDV e também para o cliente que diminui o tempo de espera pelo produto e os gastos em frete”.

“Por essa razão é tão importante divulgar este novo conceito de varejo que permite estar presente online e offline e conectar todos os canais de venda e relacionamento. O êxito das estratégias também está em conhecer o cliente, seus hábitos e necessidades. Com o uso da inteligência artificial essas informações já são passíveis de levantamento ao mapearmos como ele se relaciona com os canais dentro da plataforma de integração”, conclui.

A Campus Party Brasil 2019 tem cinco dias de duração, 900 palestrantes e 1.000 horas de conteúdo. O evento que está em sua 12ª edição ocorre em São Paulo, de 12 a 17 de fevereiro, no Expo Center Norte. Mais informações em https://brasil.campus-party.org/

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top