You are here
Home > Negócios > Publicidade em marketplaces deve crescer 550% até 2023

Publicidade em marketplaces deve crescer 550% até 2023

A Enext, empresa do grupo WPP focada em soluções para negócios digitais, realizou um estudo que revela uma previsão de crescimento de 550% no investimento de publicidade nos marketplaces brasileiros até 2023, alcançando uma receita total de R$ 2,6 bilhões. O resultado é bem acima dos números alcançados no ano passado, quando foram investidos R$ 400 milhões em ações de marketing neste canal.

O relatório também indica que, se as expectativas forem atingidas, o montante investido representará mais de 10% dos gastos com marketing digital das empresas, e ainda que cerca de 60% das vendas no varejo serão influenciadas de alguma maneira pelos marketplaces digitais. 

Como a demanda aquecida por estratégias de publicidade nos marketplaces já vem sendo notada pela Enext desde o ano passado, a empresa conseguiu traçar estratégias que levaram seus clientes a crescerem mais 350% acima do mercado, que apresentou crescimento de 122% em 2020, de acordo com o indicador de ecommerce da Câmara Brasileira da Economia Digital e da empresa Neotrust.

“Sabemos que esse aumento vem de acordo com o interesse das marcas em anunciar produtos na plataforma. Apenas em 2020 desenvolvemos diversas campanhas, entre elas para a Colgate, Bauducco, BMW, Jequiti, Stanley Black & Decker, entre outras”, comenta Gabriel Lima, CEO da Enext.

Ainda segundo o executivo, essa é uma tendência que as marcas precisam adotar daqui para frente como estratégia de vendas. Grandes exemplos são a Amazon Ads que já é a terceira maior mídia digital dos USA, com participação de 9% do investimento total em marketing digital no último ano, e o Alibaba que é a maior mídia digital da China, ambos marketplaces.

O e-commerce já tinha a função de conversão em vendas. Os marketplaces, por outro lado, oferecem uma visibilidade maior dos produtos, uma vez que os consumidores não utilizam mais os tradicionais sites de buscas, preferindo procurar diretamente nas plataformas o que precisam. Isso acontece porque os marketplaces possuem uma grande base de consumo, o que resulta numa assertividade maior na segmentação das campanhas, atendendo o interesse real de compra.

“Essa prática tende a impulsionar ainda mais as vendas. É bom tanto para os sellers, que buscam visibilidade para os seus produtos, quanto para para o próprio marketplace”, avalia.

Centro de referência especializado

Antevendo o aumento da demanda no setor, a Enext também lançou, há um ano, o Centro de Excelência em Marketplace (CEM), tornando-se a primeira empresa do grupo WPP no Brasil, maior conglomerado mundial de marketing e publicidade, com um conhecimento especializado em marketplaces. A capacitação técnica para o desenvolvimento do Centro foi realizada na Amazon Center of Excellence (ACE) da WPP, em Seattle, sede da Amazon nos Estados Unidos. 

“Nossa proposta é ajudar as marcas a entender como ganhar mais relevância nos marketplaces e operacionalizar as suas vendas”, comenta Lima. Toda a estratégia da Enext é baseada na publicidade do produto, consultoria para o lançamento da loja que envolve a parte de integrações, definição do mix de produtos e precificação, seguido pela definição do conteúdo, com a indicação de fotos, categorização e descrição de produtos. Já a etapa de visibilidade abrange toda a estratégia de publicidade – com a definição do plano de mídia envolvendo tanto a frente de awareness como de performance. Por fim, há o acompanhamento e análise dos resultados de cada etapa. 

“Existe muito espaço para as marcas aumentarem sua visibilidade nos marketplaces. Aquelas que investirem de imediato têm mais chances de aproveitar esse crescimento e se promover com a nova solução de branding” finaliza.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top