Trabalho pode ser sério e divertido ao mesmo tempo

Trabalho pode ser sério e divertido ao mesmo tempo

Para Jhonny Martins, prosperidade também está relacionada a gostar daquilo que é necessário fazer

O que é preciso fazer para realizar um excelente trabalho e ter sucesso com ele? Segundo Jhonny Martins, vice-presidente do SERAC, hub de soluções corporativas, sendo referência nas áreas contábil, jurídica, educacional e de tecnologia, a resposta é: gostar do que faz e encontrar diversão mesmo em momentos de grandes desafios.

Para o executivo, o trabalho normalmente é visto pela sociedade como algo árduo e chato, mas ele também pode ser sério e divertido, gerando resultados a partir de algo que o empreendedor ama fazer e de uma tese que ele adora defender. “A diversão muitas vezes está ligada à prosperidade, merecimento e propósito. Quando nos divertimos na jornada, nos sentimos merecedores de nossas conquistas. Por que não ter um trabalho divertido, alcançar nossos objetivos e ainda nos divertir no processo? Sentir-se merecedor vem da felicidade em fazer o que acreditamos e gostamos”, avalia.

De acordo com Jhonny, é necessário que o empreendedor invista em uma mentalidade positiva e próspera, que o permita aproveitar o que a vida traz de melhor no lugar de se culpar. “Muitos empreendedores acreditam que não podem se dar ao luxo de se divertir fazendo o que fazem, e isso reforça uma mentalidade negativa sobre o negócio, que acaba gerando escassez no lugar de prosperidade”, diz.

Para o especialista é necessário que o empreendedor saiba materializar a sua gratidão. “Isso significa que precisamos viver o melhor que a vida tem a oferecer. Por que a gente não pode ter um trabalho divertido, em que a gente conquiste aquilo que a gente quer conquistar? É isso que procuro ensinar em minhas palestras e mentorias. A diversão e a paixão são essenciais para elevar a energia que gera o sucesso”, acredita.

O vice-presidente do SERAC ressalta que a diversão é parte essencial do crescimento. “Não crescemos apenas com a dor, precisamos aprender a crescer com o amor, e os resultados virão. Se a gente está se divertindo na jornada, a gente se sente merecedor e todo o resto vem na sequência”, afirma.

Outro ponto importante  é a importância do empreendedor defender sua causa com paixão. “É defendendo algo em que acredita que ele se torna autêntico e fortalece a sua influência perante o público-alvo. Esteja na linha de frente, defendendo o que você acredita, pois quando você faz isso, seus potenciais clientes se sentem ao seu lado. Eles compartilham da sua dor, enfrentam os mesmos desafios e têm os mesmos desejos que você”, finaliza.

Crédito da foto: Freepik

 

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 50 anos na área de jornalismo, sendo 48 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *